cabelo-platinado-6-erros-que-podem-danificar-os-cabelos.jpeg

Cabelo platinado: 6 erros que podem danificar os cabelos!

O cabelo platinado é muito almejado atualmente. Diversas mulheres estão adotando a tonalidade a fim de montar um visual mais elegante, que aumenta a autoestima e a confiança em si mesma. Para chegar nos desejados fios loiros, com tons chegando ao branco, é preciso passar pela descoloração, um processo que destrói a melanina das madeixas.

No intuito de ajudá-la a ter fios sempre saudáveis mesmo com o processo, desenvolvi este artigo com os seis erros mais cometidos para você evitar ao platinar seu cabelo. Continue lendo e saiba mais!

1. Descolorir os fios em casa

Com a disseminação da informação, muitas tarefas tornaram-se mais fáceis de serem realizadas e podem ser acessadas por todos. No entanto, é preciso ter muito cuidado quando se fala em modificar a estrutura química dos seus fios sem o auxílio de um profissional.

A danificação oriunda da descoloração é inerente ao processo. Assim, o que intensifica os efeitos negativos é a maneira como o procedimento é realizado. Por isso, evite fazer a qualquer preço, procurando sempre uma dermatologista tricologista para fazer a tricoscopia e proceder com maior segurança, garantindo bem-estar e cuidado com seus fios.

2. Não realizar tratamentos profundos com frequência

Por ser um procedimento químico, é normal resultar em fios fracos e quebradiços no início. No entanto, a realização de tratamentos com frequência é fundamental para manter o loiro por mais tempo e aumentar a saúde do seu cabelo.

Ao montar um cronograma capilar com o uso dos produtos certos e alinhados ao seu tipo de cabelo e tonalidade, além de ir com regularidade no salão para hidratar profundamente seus fios, você garante madeixas fortes, brilhantes e mais naturais.

3. Deixar de usar produtos específicos

Todo cabelo que é submetido a alterações químicas precisa de mais atenção, desde inserir um cronograma capilar na sua rotina até alterar os produtos que estão sendo usados.

O loiro platinado exige shampoos com pigmentos roxos e azulados, específicos para esse procedimento. Eles neutralizam a oxidação do sol e diminuem o aspecto amarelado dos fios, aumentando a saúde e durabilidade ao proteger as cutículas e repor os nutrientes perdidos.

4. Exagerar nas fontes de calor

Outro erro muito comum é não tomar cuidado com o calor. Como o cabelo platinado é mais sensível do que os outros, em função de passar por diferentes químicas, a chapinha, os modeladores e o próprio secador agridem os fios, prejudicando sua saúde.

O ideal é reduzir a frequência de uso e nunca esquecer de utilizar o protetor térmico para evitar o desgaste e enfraquecimento dos fios. Ainda, para potencializar os efeitos e ter um cabelo mais brilhante, o uso do óleo de argan é indicado e auxilia no tratamento nutritivo, ao repor algumas vitaminas perdidas na química.

5. Esquecer o FPS

Um estudo publicado pela Unicamp mostrou que os cabelos sofrem, assim como a pele, diversos danos oriundos da exposição solar. Quem opta por platinar o cabelo precisa ter um cuidado a mais, pois ele está mais sensível e frágil.

Para não desbotar a cor, nem enfraquecer os fios, insira produtos que tenham FPS alto no uso diário. Assim, você protege o cabelo contra a ação dos raios UV e evita a queda e a formação de pontas duplas.

6. Descolorir com pressa

Em todo processo de descoloração, o produto aplicado age nas escamas dos fios, abrindo-as e retirando a cor natural. Ao fazer isso, outros nutrientes e vitaminas que protegem as madeixas escapam, trazendo como resultado o ressecamento e enfraquecimento do cabelo.

Para que esse efeito seja diminuído e controlado, é preciso realizar a descoloração com intervalos de tempo, isto é, fazer em duas sessões de 25 minutos, e não uma de 50 minutos. Com essa pequena mudança de método, você não maltrata os fios e permite que grande parte dos nutrientes fiquem retidos.

Ter cabelo platinado exige determinação e um cuidado atencioso pós-platinado, se deseja ter um resultado positivo que impeça a quebra e o enfraquecimento das madeixas. Lembre-se de consultar um especialista no assunto para que nenhum imprevisto aconteça e de evitar os principais erros!

E então, gostou do meu post? Se quiser ter acesso a outros artigos como este, assine minha newsletter e não perca nenhuma atualização!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Navegação