calvície precoce calvície precoce

Saiba mais sobre calvície precoce e quando buscar ajuda

4 minutos para ler

A calvície precoce é um problema frequente, que pode aparecer cedo em nossas vidas: no Brasil, mais da metade dos homens entre 18 e 35 anos apresentam algum grau de queda de cabelo. O que poucas pessoas sabem, no entanto, é que esse é um problema que pode acometer tanto homens quanto mulheres.

Se você está sentindo que seus fios estão rareando ou acorda com o travesseiro mais cheio de cabelos do que deveria, este artigo é para você. A seguir, explicaremos o que é a calvície precoce, quando suspeitar dela e quais são os principais tratamentos. Vamos lá?

O que é a calvície precoce?

Como o próprio nome indica, a calvície precoce é uma queda de cabelo exagerada em adultos jovens. Estima-se que, nessa faixa etária, percamos naturalmente cerca de 100 fios por dia. Esse número é natural e faz parte do ciclo do cabelo: constantemente estamos produzindo novos fios e perdendo os antigos.

Na calvície, essa perda ocorre de maneira exagerada, a uma velocidade que o corpo não consegue compensar. O resultado é um processo gradual de perda de cabelo; primeiro os fios ficam mais finos e curtos, então eles perdem pigmentação, e, ao final, desaparecem.

Em alguns casos, isso pode ocorrer pela presença de um fator irritante — a troca de xampu, por exemplo, pode estar relacionada a uma alergia e provocar queda de cabelo. No entanto, a calvície precoce é considerada uma doença multifatorial, que é impactada por fatores como estresse, níveis hormonais e predisposição genética.

Como a maioria dos casos é progressiva, a boa notícia é que é possível detectar a calvície antes que haja uma perda considerável do cabelo. Por isso, é importante ter atenção a alguns detalhes do dia a dia, que nos fornecem pistas de que a queda está forte demais.

Quais são os sintomas?

No decorrer de nossas vidas, temos uma noção aproximada de nossa perda normal de cabelo. Por isso, o principal sintoma da calvície precoce é a percepção individual do paciente: em casos mais leves, você pode sentir que seus cabelos estão mais rarefeitos, ou que o couro cabeludo está mais exposto.

Prestar atenção ao ralo do banheiro e ao travesseiro são dicas práticas que podem ser incorporadas ao seu cotidiano. O ideal é que a calvície seja diagnosticada em seus estágios iniciais, quando a perda ainda é reversível e o sucesso do tratamento é maior.

Qual é o tratamento da calvície precoce?

Como regra, o objetivo do tratamento é interromper a progressão da queda, evitando um agravamento da calvície. Na maioria dos casos, no entanto, é possível reverter o quadro e estimular o crescimento de fios já perdidos.

Como cada caso é único, não há um tratamento universal para a queda de cabelo. A dermatologista — médica que cuida da pele e do cabelo — analisa caso a caso para decidir a melhor opção. Além disso, ela conta com um exame físico minucioso, feito por um aparelho específico chamado dermatoscópio.

Dentre os tratamentos disponíveis estão o uso de medicamentos por via oral, xampus específicos e loções aplicadas no couro cabeludo. Dependendo da gravidade e da reversibilidade do quadro, uma solução que pode ser considerada é o transplante capilar.

Se você se preocupa com a queda de cabelo e está procurando uma dermatologista em BH, podemos ajudar você. A Dra. Amanda Gomes Dell’Horto é dermatologista especializada em tratamento capilar e calvície precoce, especialmente a feminina. Ela tem um escritório na Savassi, no coração da cidade, e conta com o melhor que a tecnologia e a medicina podem oferecer.

A equipe da Dra. Amanda está preparada para ajudar você. Entre em contato conosco e marque sua visita!

Posts relacionados
Share This