confira-5-cuidados-essenciais-para-fazer-a-coloracao-dos-cabelos.jpeg

Confira 5 cuidados essenciais para fazer a coloração dos cabelos

As opções atuais para colorir os cabelos são muitas, o que dificulta a escolha da melhor alternativa para cada tipo de cabelo. Para acertarmos nessa escolha vamos citar alguns cuidados que podem ser facilmente seguidos! Mesmo assim não dispense a ajuda de um profissional…

1. Verifique como está a estrutura dos fios

Observe qualidade dos fios! Devemos procurar sinais de ressecamento, porosidade ou quebra! As colorações mais antigas, ou aquelas direcionadas para o grande público, atingem um ph muito alcalino para conseguir alterar a cor dos cabelos. Isso piorar muito o ressecamento pois as escamas dos fios tendem a ficar mais “inchadas”! É importante fazer a coloração com os fios bem tratados para que o processo não desgaste a queratina.

2. Nunca misture tinturas de marcas ou cores diferentes

Se a ideia é criar uma tonalidade exclusiva, não tente fazer isso em casa! A colorimetria é um processo muito complexo em que as cores se somam ou neutralizam. O cabelereiro deve estudar e dominar essa área antes de se aventurar nos cabelos das clientes. As cores primárias são o vermelho, azul e amarelo. As secundárias são o verde, marrom e laranja. A partir daí podemos ter infinitas opções. Além disso, cada cor tem um reflexo primário e um reflexo secundário. E tem mais… tudo isso vai se somar a cor do próprio cabelo!

As empresas de cosméticos tem padrões de coloração diferentes. As cores que encontramos na Lóreal são diferentes das cores que encontramos na Keune, por exemplo. Quando optar por uma marca, seja fiel a ela…

3. Escolha marcas conceituadas no mercado

Opte por produtos de boa qualidade sempre que possível! Existem empresas muito conceituadas com mais de 100 anos de mercado, com uma variedade imensa de colorações. As minhas preferidas são a INOA (coloração mais oleosa sem amônia), MAJIHEL e RICHESSE (tonalizante para mulheres com menos de 30% de fios brancos). São todas profissionais da Lóreal Paris, que além de colorir, nutri e trata os fios. De verdade! É muito diferente de uma coloração de farmácia…

4. Tenha cuidado redobrado com cabelos longos

Para não correr o risco de faltar coloração e deixar os fios manchados, tenha a mão mais de uma embalagem de coloração. Se os fios forem muito compridos ou muito volumosos prepare 1 + 1/2 porção ou até  2 porções. Comece aplicando pela raiz, sempre de trás para frente. Faça o tempo de pausa orientado na embalagem. Depois espalhe a coloração no restante dos fios (emulsificação) e deixe agir mais alguns minutos antes de retirar. Isso garante uma cor homogênea!

5. Não se arrisque com técnicas complicadas

Acredito que retocar a raiz em casa é um processo muito tranquilo… mas se for fazer qualquer descoloração ou mudar o tom dos cabelos, deixe isso para seu amigo cabelereiro! A cor dos fios influencia muito na nossa imagem! Não podemos errar nessa hora…

No salão podemos contar com um mostruário de cores de cada marca para escolhermos um tom fidedigno. Além disso a iluminação influencia muito. E as marcas não profissionais (que encontramos em farmácias e lojas do ramo) não possuem uma variedade de cores muito grande.

Colorir os cabelos pode parecer simples, mas muita coisa pode sair errada se a técnica não for precisa!

Gostou do post sobre os cuidados para tingir o cabelo? Restou alguma dúvida? Tem alguma sugestão? Converse comigo deixando seu comentário aqui embaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Navegação