O que é a dermatite seborreica e como tratar essa doença capilar?

4 minutos para ler

A pele é um órgão vulnerável, que fica exposto às diversas variações ambientais. Isso interfere diretamente na sua saúde, podendo gerar inflamações e problemas mais sérios. Embora algumas doenças sejam simples de tratar, elas podem causar desconforto e incômodo, como a dermatite seborreica.

Essa doença pode afetar a autoestima e a qualidade de vida dos portadores, mas é simples de resolver, com o acompanhamento médico, o uso de alguns produtos e a mudança de hábitos. Abaixo, separei algumas informações importantes para você sobre ela, confira!

O que é a dermatite seborreica?

A doença é caracterizada por uma inflamação na pele, não contagiosa, capaz de acometer diferentes partes do corpo, causando desconfortos como coceiras, vermelhidão e descamação, que podem ser mais ou menos intensas.

A sua manifestação se dá em locais mais oleosos, em que as glândulas sebáceas têm mais atuação, como no couro cabeludo, peito, sobrancelhas, nariz, costas e nas dobras de pele.

Segundo uma pesquisa realizada pela UNESP, estima-se que 40% dos indivíduos com mais de 30 anos têm dermatite seborreica, que se manifesta depois da puberdade, podendo seguir um curso crônico, sem um tratamento adequado.

A doença é mais comum na região do couro cabeludo, gerando placas que propiciam e acentuam a queda de cabelo. A mesma pesquisa da UNESP ressaltou que aproximadamente 72% dos pacientes portadores têm algum grau de perda de cabelo, mas que, com o tratamento devido, a queda diminui.

Quais são as causas mais comuns?

Fungo pytrosporium ovale

As glândulas sebáceas têm um papel importante na causa da doença, isso porque o aumento do sebo cria um ambiente favorável para o crescimento e desenvolvimento do fungo pytrosporium ovale. Ele se alimenta dos restos de pele e tem preferência por regiões mais oleosas.

Contudo o fungo faz parte da flora natural do corpo humano, estando presente em muitas pessoas. A causa da inflamação, então, não está na presença do fungo, e sim na forma com a qual o sistema imunológico de cada pessoa combate a sua proliferação, dependendo também dos hábitos de higiene pessoal, que interferem diretamente no desempenho do sistema imunológico e na produção de oleosidade do couro cabeludo.

Falta de higienização

Os hábitos de higiene pessoal alteram todo o processo imunológico do corpo humano. Lavar bem o couro cabeludo influencia no desenvolvimento da dermatite seborreica, já que diminui a produção de oleosidade, criando um ambiente desfavorável para a proliferação do fungo.

Portanto, opte por shampoos adstringentes e aumente a frequência de lavagem. Assim, você garante uma redução considerável dos sintomas. Evite, também, dormir com o cabelo molhado ou prendê-lo logo após a lavagem, pois essas atitudes aumentam a umidade da região, favorecendo o desenvolvimento do pytrosporium ovale.

Temperatura

Outra variável possível para a causa é a oscilação da temperatura. O clima frio e seco agrava o quadro, ainda mais se associado a outras condições, como a falta de higiene. Além disso, a umidade também atua diretamente na produção da oleosidade, portanto, evite tomar banhos muito quentes, para não lesionar, e lave o cabelo com frequência.

Qual o melhor tratamento?

Ainda não existe uma cura para a doença, contudo, é possível fazer uso de diversos produtos, para realizar um tratamento adequado, diminuir e até eliminar os sintomas. O método mais convencional é o uso de shampoos específicos para cada tipo de pele, além de pomadas e cremes antifúngicos e a base de corticoides, que aliviam a coceira e a vermelhidão.

Embora o tratamento seja simples, é imprescindível o auxílio médico. Uma dermatologista capilar será capaz de indicar os produtos certos para o seu tipo de pele, potencializando o resultado e tornando o tratamento seguro e confiável.

A dermatite seborreica é uma doença que incomoda e causa desconfortos, sejam eles físicos ou emocionais. E fazer o tratamento adequado com um profissional da área é fundamental para evitar o agravamento do quadro e adquirir bons resultados. Mas lembre-se de manter bons hábitos de higiene pessoal para evitar a oleosidade!

Além dos cuidados com a dermatite seborreica, existem outras dicas que podem ajudar você a ficar mais saudável. Uma boa maneira de cuidar da pele é usar o colágeno hidrolisado. Neste post, falo um pouco mais sobre ele e seus benefícios. Não perca!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Share This