peeling-capilar-melhora-a-saude-dos-cabelos-saiba-mais.jpeg

Peeling capilar melhora a saúde dos cabelos: saiba mais!

Os tratamentos químicos, a exposição ao sol, ao cloro e à poluição, bem como o excesso de xampus e condicionadores podem afetar a saúde do couro cabeludo, prejudicando o desenvolvimento dos fios. Assim, os cabelos acabam se tornando mais fracos e quebradiços, além de favorecer o surgimento da caspa.

Como esses problemas têm uma origem mais profunda, nem sempre os tratamentos capilares convencionais surtem efeito. Dessa forma, tratar o couro cabeludo é uma das melhores opções para ter fios mais fortes e saudáveis.

Uma ótima dica é a realização da técnica do peeling capilar, que promove a esfoliação do couro cabeludo, removendo as células mortas e impurezas, além de recuperar a qualidade dos fios.

O que é o peeling capilar?

Semelhante ao método realizado na pele, o peeling capilar é uma esfoliação realizada para remoção da oleosidade e sujeira que impedem o desenvolvimento dos cabelos. A técnica funciona como um “detox capilar”, promovendo, além de uma limpeza profunda, o reequilíbrio do pH dos fios e favorecendo o crescimento do cabelo.

Quando o tratamento é indicado?

A técnica é recomendada para quem está sofrendo com queda dos cabelos, caspa ou seborreia, fios muito oleosos, danificados e sem brilho. Mulheres que realizam muitos procedimentos químicos, como alisamentos ou tinturas, também podem aderir ao tratamento.

Quais os benefícios da técnica?

Além de proporcionar uma sensação de limpeza profunda, há outras vantagens em realizar o peeling no couro cabeludo:

  • diminui a queda capilar por diminuir a seborréia;
  • fortalece a raiz dos cabelos;
  • promove a saúde do couro cabeludo, removendo as impurezas;
  • elimina a oleosidade;
  • reequilibra o pH do cabelo;
  • favorece o crescimento e a saúde dos fios;

Qual a frequência ideal?

Por ser uma esfoliação, o peeling capilar não deve ser feito com muita frequência para que o couro cabeludo não seja fragilizado e, assim, acabe acelerando a queda dos fios. É preciso aguardar um período mínimo de 15 dias entre cada aplicação. Mas sabemos que essa indicação deve ser completamente individual.

Porém, é importante que o procedimento seja realizado pelo menos uma vez ao mês para garantir os benefícios da técnica.

Quem deve aplicar o peeling capilar?

Embora seja fácil encontrar receitas caseiras do tratamento, é ideal que o peeling capilar seja realizado por profissionais capacitados. Além do mais, é importante que seja realizado antes uma avaliação capilar, como uma tricoscopia digitalizada, a fim de verificar se não há outros problemas no couro cabeludo que possam ser agravados pelo procedimento.

Como a técnica é realizada?

O peeling capilar é um procedimento rápido — dura cerca de 40 minutos — e de fácil aplicação. Para a realização da limpeza são utilizados produtos com ação bactericida, que promovem uma esfoliação do couro cabeludo.

Nesse momento, é feita uma massagem com a ponta dos dedos a fim de estimular a microcirculação da região, permitindo que os nutrientes aplicados penetrem no bulbo capilar, tratando-o. Em seguida, é realizada uma hidratação para devolver a vitalidade e brilho aos fios.

Assim como no procedimento tradicional, a região esfoliada ficará mais sensível nos dias seguintes à realização do peeling. Isso é normal, já que os poros estarão completamente desobstruídos.

Queda de cabelo, oleosidade e caspa já não são mais um problema na vida das mulheres. Realizar um peeling capilar pode ser a solução que você estava buscando, mas vale lembrar que, antes de optar por qualquer procedimento, o ideal é sempre buscar as orientações de um dermatologista que poderá indicar o mais adequado para você.

Além do mais, os benefícios do peeling capilar podem ser potencializados se o procedimento fizer parte de um cronograma de terapia capilar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Navegação