saiba-para-que-serve-e-como-funciona-a-fototerapia-capilar.jpeg

Saiba para que serve e como funciona a fototerapia capilar

Seu cabelo está caindo, está cada vez mais ralo e sem vida, e você não sabe o que fazer? Calma! Esse problema, que atinge milhares de pessoas, já tem tratamento especializado. A fototerapia capilar é uma das opções disponíveis para resgatar a saúde do couro cabeludo e, consequentemente, melhorar a qualidade dos fios.

Sabemos que a queda de cabelo interfere  e muito! na autoestima de homens e mulheres. Por isso, no post de hoje, temos mais informações sobre esse tratamento, para que serve, quais são seus benefícios e muito mais. Continue a leitura e tire suas dúvidas sobre o assunto!

O que é a fototerapia capilar?

A fototerapia capilar pode ser feita em ambos os sexos, em pessoa com queda de cabelo leve, moderada ou severa. Ela tem ação anti-inflamatória e vasodilatadora, que estimula o crescimento capilar. É importante ressaltar que é uma intervenção realizada no couro cabeludo e não no comprimento dos fios. 

Além disso, ela pode ser utilizada para casos de dermatite seborreica de couro cabeludo, caspa e até mesmo após cirurgia de transplante capilar. No caso do pós-cirúrgico, a fototerapia acelera a cicatrização e auxilia no crescimento dos fios transplantados. 

Quais são os tipos de fototerapia?

A irradiação de luz, laser ou LED promove a redução progressiva da queda. Isso porque fortalece os fios existentes e estimula o surgimento de novos, mais saudáveis e fortes. O laser utilizado na fototerapia capilar é de baixa potência, com mecanismo de fotobioestimulação.

Isso quer dizer que ele estimula o metabolismo celular, a síntese de proteínas e a produção de colágeno — que auxilia na regeneração do folículo — por meio da ação da luz. No caso do LED, ele favorece a microcirculação local, que ajuda na melhora da resposta imunológica à queda.

Tanto o laser quanto o LED têm ação semelhante na terapia capilar. A fototerapia pode ser associada a outros tratamentos, como medicações orais, shampoos, loções, sessões de mesoterapia e outros.

Como são as sessões?

As sessões de fototerapia são indolores e não causam lesões no couro cabeludo. A emissão de luz na região costuma ser muito bem tolerada e dispensa o uso de anestésicos. Cada sessão dura em média 15 a 20 minutos e pode ser feita mais de uma vez por semana.

O número de sessões varia de acordo com o caso, o diagnóstico e a gravidade do problema. Por isso, é importante procurar um profissional habilitado, de preferência um médico especialista em tricologia, para fazer o diagnóstico adequado o quanto antes. 

Quais são os benefícios?

É um procedimento não invasivo, que não requer afastamento das atividades do dia a dia. Além disso, como é indolor, não causa medo e desconforto durante as sessões. Ao longo do tratamento, os fios se tornam mais fortes e encorpados, recuperando a densidade capilar. E o melhor de tudo: não há efeitos colaterais.

Existem muitas causas para a queda de cabelo: de fatores genéticos e hormonais a questões psicoemocionais, passando por deficiências de vitaminas e nutrientes. Quem sofre com esse problema deve procurar um especialista.

Com o diagnóstico correto, é possível definir o melhor tratamento para cada caso e obter ótimos resultados. Gostou de saber mais sobre a fototerapia capilar? Então, aproveite para conhecer outras terapias para os cabelos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Navegação