Saiba por que não fazer tricoscopia digital com profissionais não médicos!

5 minutos para ler

Olá!!!! Acho que temos um consenso! Ninguém gostaria de perder os cabelos não é mesmo?!!! o impacto emocional é muito grande em ambos os sexos e pode levar a quadros psiquiátricos de ansiedade e depressão. Porém, por meio de uma consulta bem feita, do exame físico e da tricoscopia digital, pode-se diagnosticar os motivos da queda e tentar estabilizar e reverter o quadro. 

Ter alopecia é muito difícil em uma cultura que considera os cabelos como um sinal de juventude e boa saúde. E, no caso das mulheres, a realização de tratamentos químicos nos fios tem provocado problemas capilares adicionais. 

Nesse contexto, a tricoscopia digital é uma ferramenta importante para auxílio no diagnóstico capilar e consequentemente para a escolha dos melhores métodos terapêuticos.  

Continue lendo o post para conhecer melhor essa técnica, que só deve ser realizada por médicos especialistas. Confira!

O que é a tricoscopia digital?

A tricoscopia digital é um exame de magnificação visual do couro cabeludo e da haste que pode ser realizado com aparelhos portáveis ou fixos (fotofinder). Esses equipamentos são capazes de ampliar muitas vezes a imagem da região de interesse permitindo e facilitando o diagnóstico mais preciso das doenças do couro cabeludo e das alterações da haste. Não existe mais uma boa consulta de tricologia sem a tricoscopia digital. 

Assim, ele permite a observação com maiores detalhes de aspectos essenciais que não podem ser examinados a olho nu. Além disso, deixa o diagnóstico mais compreensível para o paciente, uma vez que é possível gravar as imagens do exame macroscopicamente. Elas podem ainda ser usadas no acompanhamento para comparação de resultados do tratamento durante outras consultas dermatológicas e até mesmo com outros dermatologistas.

Para que serve?

A tricoscopia avalia aspectos como calibre, formato, integridade do fio e pigmentação, irritações, alergias e padrões de vascularização do couro cabeludo. Desse modo, auxilia no diagnóstico de variadas situações…

É o caso, por exemplo, da tricotilomania, alopecia androgenética, alopecia areata, eflúvio telógeno, doenças da haste capilar, micose do couro cabeludo, alopecias fibrosantes, lúpus discóide, câncer de pele, entre outros. Além do mais, essa ferramenta permitir saber as chances de melhora e acompanha tanto a evolução quanto a eficácia do tratamento.

Quais os motivos para escolher?

Quando realizada por profissionais capacitados, a tricoscopia digital é um excelente método diagnóstico. Ela permite que boa parte dos problemas capilares sejam detectados com precisão. Nesse sentido, uma pesquisa científica que vi publicada no Journal of Trichology comparou tricoscopia e tricograma para diagnóstico de alopecia feminina.

O estudo, realizado na Suíça, submeteu 162 mulheres com queixa de perda de cabelo aos dois exames. O resultado encontrado foi que, de 89 mulheres diagnosticadas com alopecia, a tricoscopia foi superior ao tricograma na detecção tanto de casos iniciais quanto avançados.

Nos casos iniciais, 62% das pacientes foram detectadas pelo tricograma, diante de 72% pela tricoscopia. Já no diagnóstico de casos avançados, o tricograma teve taxas de detecção de 84,2%, enquanto a tricoscopia teve 100% de eficiência.

Ressalto também que a tricoscopia é um exame médico, que exige conhecimento em congressos e pela Sociedade Internacional de Tricoscopia. Quando realizado em clínicas não especialistas, por pessoas não habilitadas (como em salão de beleza e spa), não é possível diagnosticar a presença de doenças como lúpus, alopecia fibrosante, líquen plano e eflúvio telógeno — sobre o qual falarei melhor a seguir. 

Diagnóstico de doenças

Grande parte dos casos de queda de cabelo são diagnosticados como eflúvio telógeno. Um problema capilar chato que causa queda repentina de cabelo, diretamente do couro cabeludo. O eflúvio telógeno pode ser agudo ou crônico, isso dependerá do tempo de duração. Porém, existem outras possíveis causas da queda dos fios que não são doenças como:

  • processos inflamatórios;
  • processos infecciosos;
  • doenças sistêmicas agudas ou crônicas 

Quais os benefícios da tricoscopia digital?

Separei quatro benefícios dessa metodologia que já atende milhares de pacientes:

  • detecta de maneira precoce alterações que possam existir no couro cabeludo; é um método com alta sensibilidade;
  • possibilita uma avaliação, de maneira comparativa, de várias partes do couro cabeludo, beneficiando a localização das áreas comprometidas do cabelo;
  • excelente alternativa de acompanhamento de suas várias causas;
  • oferece uma análise completa da haste;

Em resumo, para realizar esse procedimento de tricoscopia digital, indico sempre um profissional dermatologista especializado para que nada deixe de ser diagnosticado. Dessa forma, poderá se beneficiar dos itens mencionados durante todo o conteúdo. Evite amadores!

Gostou do post? Então, entre em contato conosco e conheça melhor os nossos serviços!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Share This