terapia-capilar-preventiva-e-corretiva-quando-fazer.jpeg

Terapia capilar preventiva e corretiva: quando fazer?

Definitivamente, os cabelos não são um assunto meramente estético! Além de contribuirem muito com a beleza, os cabelos refletem a saúde do organismo. E sabemos que a pertda dos fios pode acarretar sérios problemas psicológicos, inclusive depressão.

Cuidar do couro cabeludo é essencial para colaborar com a saúde dos fios. Foi nesse contexto que surgiu a terapia capilar surgiu, que segue conquistando cada vez mais adeptos. 

Se você quer entender um pouco mais sobre o assunto, então está no lugar certo! Confira neste artigo uma explicação sobre os métodos existentes e quando adotar algum deles.

Afinal, o que é terapia capilar?

A terapia capilar é um tratamento prescrito a partir de um diagnóstico médico sobre a situação do couro cabeludo. Isso significa que um dermatologista bem treinado é capaz de perceber e diagnosticar a presença de seborréia, sensibilidade, ressecamento ou queda… E prescreve a terapia capilar de acordo com a necessidade individual.

Além de manter a saúde do couro cabeludo, durante a terapia capilar a haste é bem tratada, atendendo as necessidades de ressecamento, quebra, fragilidade, perda de matéria etc…

Por meio dos procedimentos corretos, após uma exfoliação do couro cabeludo, os nutrientes são recebidos com mais facilidade nessa região. Além disso, a técnica é responsável por limpar profundamente o couro e os fios, favorecer a ação antifúngica e ainda limpar a abertura das unidades foliculares.

Para fechar, essa é uma forma coadjuvante de tratar a calvície e vários outros tipos de alopecias e doenças do couro cabeludo.

Quais são os tipos existentes?

A terapia capilar pode se distinguir em duas vertentes: a preventiva e corretiva. Entenda melhor:

Terapia capilar preventiva

Como o próprio nome indica, o objetivo nesse caso é prevenir muitos dos problemas que podem acontecer e afetar o couro cabeludo ou os fios. Essa é uma ótima forma de evitar a queda dos fios, adotando hábitos adequados para fortalecer e prevenir a temida alopecia.

Para isso, é importante manter uma regularidade nos rituais, que podem ser semamais ou quinzenais. Lembrando que esse é um procedimento para manter e otimizar a saúde do couro cabeludo. Dessa maneira, qualquer pessoa está apta a se submeter á terapia capilar “preventiva”!!!!!

Terapia capilar corretiva

Nesse caso, o foco é tratar. A terapia capilar corretiva é feita para amenizar as doenças ou danos que já estão estabelecidos no couro cabeludo e na haste. O objetivo é recuperar!!!!!

Qualquer paciente que se submete a coloração, alisamento, progressiva, secador, piastra, sol, etc, pode e deve fazer a terapia capilar corretiva! Ela é uma alternativa muito eficiente para restaurar a vitalidade dos fios.

Quem pode adotar o tratamento?

Qualquer pessoa pode fazer a terapia capilar. Em um primeiro momento, o médico dermatologista especializado em tricologia faz uma avaliação e um diagnóstico dos cabelos e do couro cabeludo para direciona e prescrever o tratamento adequado. Esse ponto é crucial.

Independente de sofrer ou não com algum problema relacionado ao couro cabeludo ou aos fios, considere essa opção para manter os fios e o couro cabeludo saudáveis.

Além disso, você vai se surpreender com a sensação de relaxamento e bem-estar que ela pode trazer!

Depois de entender um pouco melhor como a terapia capilar funciona e os benefícios que pode trazer para a saúde, não deixe de considerar esse caminho quando o assunto for cuidar da sua saúde. Se ainda tem curiosidade de entender o procedimento com mais detalhes, então não deixe de ler nosso texto sobre como ele funciona.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Navegação