tipos de implantes de cabelo tipos de implantes de cabelo

Afinal, quais são os tipos de transplantes de cabelo?

4 minutos para ler

Saber quais são os tipos de transplantes de cabelo é importante na hora de escolher o procedimento ideal para o seu caso. Além da calvície, a queda de cabelos pode ocorrer por outras razões, o que torna o transplante capilar uma opção para quem busca uma solução eficiente e duradoura.

Tendo isso em vista, vamos falar sobre os benefícios de investir nesse procedimento e apresentar as melhores opções disponíveis. Veja quais são os tipos de transplantes de cabelo que existem e saiba o que deve ser considerado para fazer esse procedimento de modo seguro. Boa leitura!

Quais são os principais benefícios de fazer um transplante de cabelo?

As principais causas de queda de cabelo estão relacionadas à herança genética e a doenças autoimunes. Porém, o estresse excessivo tem sido um dos fatores que mais influenciam a perda de cabelo de forma rápida e precoce.

Ainda que existam terapias de reposição hormonal, medicamentos e alguns tipos de suplementos minerais e vitamínicos que prometem trazer os cabelos de volta, nem sempre esses tratamentos trazem resultados satisfatórios. Além do mais, também há o risco de esses produtos causarem reações adversas quando mal indicados e sem acompanhamento médico adequado.

Em meio a essas questões, os transplantes capilares têm sido uma alternativa viável para acabar definitivamente com essas preocupações. Veja algumas vantagens desse procedimento:

  • os resultados são percebidos rapidamente;
  • melhora da autoestima e redução das preocupações com a perda dos cabelos;
  • é possível usar cabelo natural da própria pessoa, o que diminui o risco de rejeição;
  • os métodos usados atualmente são pouco invasivos, o que reduz complicações pós-cirúrgicas;
  • independentemente do tipo de transplante de cabelo, o resultado tende a ter uma aparência bem próxima do natural.

Quais são os tipos de transplante de cabelo?

Em meio a tantas técnicas inovadoras, confira, a seguir, os tipos de transplantes capilares mais usados.

FUT

Essa sigla se refere a Transplante de Unidade Folicular, cuja metodologia foi criada nos Estados Unidos na década de 90. A técnica consiste em remover unidades lineares de folículos capilares de áreas da nuca ou da parte lateral do couro cabeludo para posterior implantação.

FUE motorizado

Nesse método, os fios são retirados um a um com o auxílio de um motor que os coleta na área doadora. O procedimento exige uma pequena incisão circular na região em torno do folículo capilar. Em média, cada folículo removido tem de um a quatro fios que serão implantados com uma agulha específica para microcirurgias.

FUE robótico

O FUE robótico é uma metodologia bem semelhante ao FUE motorizado, mas um pouco mais moderna e aprimorada. Nessa técnica, os enxertos são retirados por um robô. A vantagem é que o robô retira cada fio separadamente, sem deixar cicatrizes.

Método DHI

No DHI, usa-se uma caneta de transplante para remover e implantar os folículos capilares simultaneamente. O folículo capilar é coletado da área doadora, inserido na agulha oca e já enxertado na área receptora. Essa técnica exige o uso de anestesia local.

Como você pôde notar, há métodos modernos e eficazes que trazem ótimos resultados para quem busca uma solução definitiva e duradoura para a perda de cabelos.

Entretanto, tão importante quanto saber quais são os tipos de transplante de cabelo é realizar esse procedimento de maneira segura e com profissionais especializados e experientes. Portanto, procure um especialista, faça uma avaliação e veja qual é a opção que se encaixa melhor nos seus objetivos e no seu orçamento.

Gostou do artigo? Curta o nosso Facebook e acompanhe nossas dicas sobre saúde capilar!

Posts relacionados
Share This