tireoide e queda de cabelo tireoide e queda de cabelo

Você conhece a relação entre tireoide e queda de cabelo? Descubra aqui!

4 minutos para ler

As células do nosso corpo estão em constante renovação. Sendo assim, é normal perder alguns fios de cabelo diariamente. Mas e quando esse número passa a ser demasiado? Problemas na tireoide poderiam ser a causa da queda de cabelos excessiva?

Para acabar de vez com as suas dúvidas sobre o assunto, selecionamos as principais informações sobre a relação entre tireoide e queda de cabelo, bem como o que fazer nesses casos. Confira a seguir!

O que é tireoide e qual a sua relação com a queda de cabelo?

Muito semelhante ao formato de uma borboleta, a tireoide é uma pequena glândula localizada na parte anterior do pescoço. Sua principal função é o controle do metabolismo e o equilíbrio dos sistemas. Dessa forma, ela atua diretamente:

  • no crescimento e no desenvolvimento das crianças;
  • na regulação da fertilidade e dos ciclos menstruais (junto com os ovários);
  • no ganho ou na perda de peso;
  • no funcionamento do intestino;
  • na regulação da temperatura corporal, entre muitas outras funções.

Quando a glândula não funciona como deveria e a liberação de hormônios é alterada, seja por insuficiência (hipotireoidismo), seja por excesso (hipertireoidismo), ocorre o que chamamos de bócio, ou seja, um aumento do volume da glândula tireoide, além de diversos outros sintomas, como a queda de cabelo.

Quais sintomas podem indicar alterações na tireoide?

Embora hipertireoidismo e hipotireoidismo tenham sintomas mais comuns em cada um dos casos — já vamos falar quais são eles — alguns sintomas gerais podem indicar problemas ou alterações no funcionamento da glândula tireoide. Esses sintomas são tardios. São eles:

  • palpitações e pressão alta;
  • desconforto na garganta e no pescoço;
  • sonolência e dores musculares;
  • prisão de ventre;
  • alterações de humor;
  • esquecimento e dificuldade de concentração;
  • queda de cabelo e pele seca.

Alguns sintomas mais comuns em casos de hipertireoidismo são:

  • agitação;
  • nervosismo;
  • dificuldade de concentração;
  • emagrecimento.

No hipotireoidismo encontramos, mais frequentemente, os seguintes sintomas:

  • cansaço;
  • perda de memória;
  • facilidade para engordar;
  • ciclo menstrual irregular;
  • queda de cabelo.

Por que a queda acontece e o que fazer nesses casos?

Nossos cabelos são um termômetro incrível que mede nossa saúde em geral. Por esse motivo, é muito importante observar e entender os seus sinais. Mas por que a queda de cabelo acontece nesses casos e como resolver essa questão?

Como os problemas na tireoide afetam todos os sistemas do organismo, seria de se esperar que os ciclos capilares também fossem afetados de alguma forma. Com a alteração hormonal e a desregulação dos sistemas, os cabelos ficam mais ressecados, quebradiços e frágeis de maneira geral.

Além do desequilíbrio hormonal, também há uma má absorção de nutrientes, o que acentua a fragilidade do cabelo e, em consequência desses fatores, a queda. Vale ressaltar que pequenas mudanças na tireoide já podem causar episódios de queda de cabelo, enfraquecimento das unhas e ressecamento da pele.

Incluir alimentos mais saudáveis na alimentação e eliminar os altamente inflamatórios, que podem piorar os sintomas, como o glúten e os lácteos, já é uma excelente maneira de começar a recuperação. Evitar o estresse e apostar na ingestão de água também são ótimas ideias.

Apesar das indicações, nada substitui a avaliação médica. Por isso, caso você tenha alguns desses sintomas e desconfie de possíveis alterações na tireoide que estejam causando, entre outras coisas, a queda de cabelo, busque ajuda dermatológica o mais rápido que puder.

Ficou com alguma dúvida sobre a relação entre tireoide e queda de cabelo ou está procurando um médico tricologista em BH? Entre em contato e veja como podemos ajudar!

Posts relacionados
Share This