voce-sabia-que-alguns-medicamentos-causam-queda-de-cabelo.jpeg

Você sabia que alguns medicamentos causam queda de cabelo?

Qual mulher não fica apavorada quando percebe que está perdendo mais fios de cabelo do que o normal? Fatores como alterações hormonais, químicas agressivas, chapinha, escova progressiva, penteados muito apertados e estresse têm ligação direta com a queda dos fios.

Mas você sabia que alguns medicamentos causam queda de cabelo? Conheça quatro classes de remédios que aceleram a perda dos fios:

1. Quimioterápicos

os cabelos são formados pelas células que estão em constate multiplicação na base do folículo piloso, chamado de bulbo capilar.  Essas células são diretamente afetadas pelos medicamentos quimioterápicos, usados no tratamento de vários tipos de câncer.

Os quimioterápicos são capazes de destruir todas as células que estão em multiplicação. infelizmente eles não conseguem fazer uma destruição seletiva das células doentes. Dessa maneira, as células que dão origem aos fios são mortas.  E o cabelo interrompe seu ciclo de vida, causando a queda.  Esse processo se chama eflúvio anágeno. Lembrando que anágena é a fase de crescimento do fio. 

Em quimioterapias mais rápidas ou menos tóxicas, os cabelos podem ficar apenas frágeis ou mais finos. E na maioria das vezes os folículos vão se recuperando gradativamente e os fios voltam a crescer. em algumas ocasiões, quando os quimioterápicos são mais tóxicos, pode não ocorrer repilação. 

As loções com minoxidil podem ajudar no processo de recuperação porque mantem os fios mais tempo na fase anágena. Sendo assim, os fios têm a oportunidade de ficarem mais espessos e mais compridos.

2. Antidepressivos

Quem faz uso de antidepressivos, ansiolíticos e outros medicamentos de efeito psicotrópico pode sofrer com a queda de cabelo. Esses medicamentos, que agem no sistema nervoso central, infelizmente podem causar um eflúvio temporário, .

Eles causam uma interrupção no processo natural do ciclo de vida dos fios, deixando-os mais vulneráveis. Apenas uma pequena parte dos pacinetes vão desenvolver esse efeito colateral. O médico deve ter a sensibilidade   à queda. Entretanto, a perda associada aos antidepressivos frequentemente é temporária, podendo ser regulada na fase de adaptação medicamentosa.

Caso você esteja passando por essa situação, o ideal é conversar com o seu médico para alterar a dose do remédio ou encontrar uma alternativa menos agressiva ao organismo.

3. Antiacneicos

Como as espinhas e acnes entopem os poros da pele, os medicamentos para combatê-las muitas vezes causam o efeito inverso no couro cabeludo.

Isso porque a reposição hormonal obtida por meio dos remédios desregula a produção natural do organismo, acumulando substâncias que inflamam os poros dos folículos capilares. E isso leva à queda dos fios.

O ideal é sempre procurar profissionais especializados para não haver exageros nas doses dos medicamentos, evitando que os efeitos colaterais causem a queda do cabelo.

4. Antibióticos

Alguns antibióticos podem afetar a produção das células vermelhas do sangue, reduzindo os níveis de ferro e de vitaminas do complexo B.

Tendo em vista que essas substâncias são importantes no crescimento dos cabelos, o uso de antibióticos pode ter impacto direto na redução dos fios.

Outra hipótese para explicar a queda dos fios durante o uso de medicamentos antibióticos é a própria doença que está sendo tratada.

Nesse caso, a explicação é de que a bactéria em ação no organismo enfraquece o sistema imunológico, além de alterar a absorção de vitaminas e minerais, o que resulta na queda do cabelo.

E aí, essas dicas foram importantes para você? Assine nossa newsletter e receba o melhor conteúdo sobre cuidados com o cabelo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Navegação